quarta-feira, 14 de novembro de 2012

DIABETES: PROTEJA NOSSO FUTURO!

Ou descobrimos o Diabetes, ou ele nos descobre e nos deixa mais próximos do caixão, cuide-se! Alguns anos atrás cheguei ao meu depa... thumbnail 1 summary
Ou descobrimos o Diabetes, ou ele nos descobre e nos deixa mais próximos do caixão, cuide-se!

Alguns anos atrás cheguei ao meu departamento na UESB e, como costumeiramente faço, encontrei em meu escaninho o calendário dos dias letivos. Não consegui ler! Fui de setor em setor reclamando como a Universidade poderia divulgar algo tão minúsculo que ninguém conseguia ler? No último departamento que entrei a secretária, muito gentilmente, depois de ouvir minha queixa, me aconselhou, a procurar um oftalmologista! Segui seu conselho e saí do consultório médico com a receita dos óculos e um monte de pedidos de exames (sumario de urina, sangue etc). Ao pegar os resultados dos exames todos indicaram o que eu não imaginava: o DIABETES.

Começou então a minha luta. No primeiro instante, desespero! Depois intelectualizei a doença e procurei ler tudo sobre o diabetes, suas causas, o que fazer, como conviver. Depois, as atitudes, “fechar a boca” e recomeçar a pratica esportiva! Mas tudo parecia não bastar diante da possibilidade eminente do risco de morte!

Nas minhas leituras descobri que existem dois tipo de diabetes, o tipo 1, que surge quando o organismo deixa de produzir a insulina, ou a produz apenas em uma quantidade muito pequena, provocando o aumento do nível de açúcar no sangue (glicemia); e o diabetes tipo 2, quando há produção de insulina pelo pâncreas, mas as células musculares e adiposas (de gordura) não conseguem absorvê-la. 

Quando o organismo deixa de produzir a insulina é preciso tomar injeções diárias de insulina para regularizar o metabolismo do açúcar. Na diabetes tipo 2, mesmo com a determinação do fator hereditário maior do que no tipo 1, há uma grande relação com a obesidade e o sedentarismo. Estima-se que 60% a 90% dos portadores do diabetes tipo 2 sejam obesos.

Há ainda outros tipos de diabetes menos comuns: o diabetes gestacional (alteração das taxas de açúcar no sangue detectada pela primeira vez na gravidez, mas que pode persistir ou desaparecer depois do parto) e o diabetes secundário ao aumento de função das glândulas endócrinas (em casos de tireóide, problemas na supra-renal e na hipófise ou em tumores no pâncreas).

LIXO CULTURAL: SERÁ QUE CHEGAMOS AO FIM DO POÇO?

Já faz algum tempo que venho observando o que nós, brasileiros, estamos “consumindo” através das mídias de massa (principalmente TV e rá... thumbnail 1 summary
Já faz algum tempo que venho observando o que nós, brasileiros, estamos “consumindo” através das mídias de massa (principalmente TV e rádio). E, para ser sincero, tenho sentido certo incômodo com a maneira com que alguns valores, considerados até a pouco tempo como necessários para manutenção da coletividade, têm sido desconstruídos.
 
O que me leva a trazer esse sentimento de incômodo a público não é o fato de achar que os valores são imutáveis ou de pensar que no passado as coisas eram melhores. Pelo contrário, eu acredito na dinâmica da história humana e não sofro de qualquer mal do saudosismo. O que me move neste momento é exatamente a preocupação em ver conquistas da humanidade importantes porque permitiram a liberdade, a emancipação de grupos até então discriminados, serem tratadas com banalidade e até ridicularizadas.
 
Compreendo, que a complexidade do conceito de cultura implica em uma visão antropológica, uma rede de significados que dá sentido ao mundo que cerca um indivíduo, a sociedade. Essa rede engloba um conjunto de diversos aspectos, como crenças, valores, costumes, leis, moral, línguas, etc.
 
Entretanto, qual foi a minha surpresa quando por ocasião do início de uma dessas novas novelas, li o seguinte comentário do telespectador: “um sucesso, estou ansioso para o segundo capítulo, pois, no primeiro, quase aconteceu um estupro!”. Na minha surpresa, fiquei  perguntando o que seria uma mulher para aquele jovem. O que ele poderia considerar como “um sucesso” ver (talvez ao lado de sua mãe ou namorada) uma mulher ser subjulgada e violentada simplesmente pelo fato de ser uma mulher. Isto é divertimento?
 
Será que chegamos ao fim do poço?
 

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Enem 2012: perguntas e respostas

Carolina Gonçalves Repórter da Agência Brasil   Brasília – No próximo fim de semana, 5,7 milhões de estudantes participam do E... thumbnail 1 summary
Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil
 
Brasília – No próximo fim de semana, 5,7 milhões de estudantes participam do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No sábado (3), primeiro dia de provas, os candidatos vão responder a questões de ciências humanas e ciências da natureza. No domingo (4), serão aplicadas as provas de linguagens e códigos e de matemática. Além disso, no último dia do exame, o aluno fará a redação, que vale 50% da nota total.

Confira a lista que a Agência Brasil elaborou com as respostas para as principais dúvidas sobre o exame.
  
*O Enem serve para quê?
O exame avalia os conhecimentos dos estudantes que concluem o ensino médio e é usado como parte do processo seletivo de diversas de instituições de ensino superior públicas e privadas.

As universidades e faculdades podem tanto usar o Enem em substituição ao vestibular quanto considerar a nota no exame para concessão de bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) e ingresso de candidatos pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

*Quando será o Enem?
As provas serão realizadas nos dias 3 e 4 de novembro. Os portões de acesso serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h (horário de Brasília). A recomendação do Ministério da Educação (MEC) é que todos os candidatos cheguem ao local das provas até as 12h. Os alunos devem ficar atentos ao relógio nos estados em que há mudança de fuso horário ou que estão fora do horário de verão. O MEC orienta o candidato a verificar, com antecedência, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), o local de prova. Também é importante conhecer o trajeto até o local antes do dia do exame.

*Qual o conteúdo cobrado?
O Enem é composto por quatro provas objetivas, com 45 questões cada, e uma redação.
No sábado (3 de novembro) serão aplicadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias.

No dia seguinte, os alunos farão provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias e a redação.

*Quantas horas o estudante tem para terminar a avaliação?
No primeiro dia de provas, os participantes terão quatro horas e meia para responder a todas as questões. No domingo, quando é realizada a redação, o tempo é estendido em uma hora. Com isso, os inscritos terão cinco horas e meia para realizar o exame.

Conselhos Tutelares: Ações e Parcerias

A equipe dos Conselhos Tutelares de Manoel Vitorino e Poções, estiveram reunidos por duas vezes nessa semana para solucionarem dois caso... thumbnail 1 summary
A equipe dos Conselhos Tutelares de Manoel Vitorino e Poções, estiveram reunidos por duas vezes nessa semana para solucionarem dois casos envolvendo crianças poçoenses no município de Manoel Vitorino. O compromisso e a dedicação das conselheiras tutelares de Manoel Vitorino, que mesmo diante dos obstáculos encontrados, haja vista a falta de um transporte para uso do órgão, se colocaram a disposição e deslocaram a pé até o local informado para averiguação dos fatos e encaminhamentos cabíveis.

Na oportunidade, agradecemos ao Colegiado Tutelar de Manoel Vitorino e a Assistente Social que integra a equipe, pelo entusiasmo, dedicação e compromisso irrestrito com a causa da infância e juventude.

Dentre as inúmeras inovações advindas com o Estatuto da Criança e do Adolescente, a obrigatoriedade da instalação, em todos os municípios brasileiros, de ao menos 01 (um) Conselho Tutelar, órgão que substituindo boa parte das atribuições do antigo "Juiz de Menores" é, por definição legal, "...permanente e AUTÔNOMO, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente..." (art. 131 da Lei nº 8.069/90), foi sem dúvida um grande passo rumo à democratização e maior agilidade na solução de problemas relacionados à violação de direitos fundamentais de crianças e adolescentes.

Audiências realizadas no CEACAP promovem acordo em favor de crianças e adolescentes

Teve início nesta quinta-feira, 18, a realização de mais uma audiência no Centro de Atenção a Criança e ao Adolescente de Poções – C... thumbnail 1 summary
Teve início nesta quinta-feira, 18, a realização de mais uma audiência no Centro de Atenção a Criança e ao Adolescente de Poções – CEACAP, para reavaliar a medida de acolhimento institucional na comarca. O objetivo é promover a reintegração familiar de crianças e adolescentes acolhidos na entidade.

O trabalho visa garantir o cumprimento disposto no art. 19, § 1º, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que tornou obrigatória que a cada seis meses haja a reavaliação periódica da situação dos acolhidos, no entanto, a dedicação e o compromisso da juíza Ivana Pinto Luz, da promotora de justiça Maria Imaculada Jued, tem favorecido a realização de audiências mensais assegurando à criança e ao adolescente a proteção integral e a prioridade absoluta. 

Outro ponto que merece destaque, é o trabalho multidisciplinar que vem sendo desenvolvido e conta com a supervisão das Assistentes Sociais Ivanilce Liene e Denugna Moreira e da psicóloga e coordenadora do CEACAP Gleissa Moraes, fator imprescindível para o resgate e fortalecimento do vínculo familiar.

Caucaia - CE: Agentes da Infância e Juventude localizam adolescente poçoense que estava desaparecida

Há mais de um mês, a dona de casa Sra. Eulália Costa Barros (Dinha), vinha sofrendo com o desaparecimento da filha Nailda Costa Barros, ... thumbnail 1 summary
Há mais de um mês, a dona de casa Sra. Eulália Costa Barros (Dinha), vinha sofrendo com o desaparecimento da filha Nailda Costa Barros, 17 anos. A jovem saiu de casa, no bairro Lagoa Grande, Poções - BA no dia 08/09/12 e desde então não mais retornou, mas o desespero e angústia dessa família acabaram neste mês, quando através do excelente trabalho desenvolvido pelos Agentes da Infância e Juventude de Caucaia – CE, o Sr. João Enio Firmino Neto e o Sr. Claude Alves Mussuri, que após receberem informações sobre o paradeiro da adolescente, saíram em diligência e conseguiram localizá-la em um bairro do município, encaminhando-a ao Conselho Tutelar e Juizado da Infância e Juventude de Caucaia – CE.

A adolescente, no momento se encontra numa instituição de acolhimento, aguardando os encaminhamentos necessários para assegurar o seu retorno ao município de origem e seio familiar. Em contato com o Conselho Tutelar de Caucaia, a conselheira Maria nos informou que já tomou todas as providências para que a adolescente possa retornar o mais breve possível a Poções.

A genitora da adolescente compareceu na sede do Conselho Tutelar de Poções e teve a oportunidade de conversar via telefone com a Juíza da Infância e Juventude da Comarca de Caucaia e posteriormente com a filha Nailda. Dinha ficou emocionada e agradecida, elogiou a brilhante ação e o trabalho incansável dos Agentes da Infância e Juventude, Conselho Tutelar e Juíza de Direito da Comarca de Caucaia – CE, pelo compromisso irrestrito com a causa da criança e do adolescente.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

A fome: desafio ético e político

Leonardo Boff Teólogo, filósofo e escritor   Adital   Por causa da retração econômica provocada pela atual crise financeir... thumbnail 1 summary
Leonardo Boff
Teólogo, filósofo e escritor
 
Adital
 
Por causa da retração econômica provocada pela atual crise financeira, o número de famintos, segundo a FAO, saltou de 860 milhões para um bilhão e duzentos milhões. Tal fato perverso impõe um desafio ético e político. Como atender as necessidades vitais destes milhões e milhões?

Historicamente este desafio sempre foi grande, pois a necessidade de satisfazer demandas por alimento nunca pôde ser plenamente atendida, seja por razões de clima, de fertilidade dos solos ou de desorganização social. À exceção da primeira fase do paleolítico quando havia pouca população e superabundância de meios de vida, sempre houve fome na história. A distribuição dos alimentos foi quase sempre desigual. 

O flagelo da fome não constitui, propriamente, um problema técnico. Existem técnicas de produção de extraordinária eficácia. A produção de alimentos é superior ao crescimento da população mundial. Mas eles estão pessimamente distribuídos. 20% da humanidade dispõe para seu desfrute 80% dos meios de vida. 80% da humanidade deve se contentar com apenas 20% deles. Aqui reside a injustiça.

O que ocasiona esta situação perversa é a falta de sensibilidade ética dos seres humanos para com seus coiguais. É como se tivéssemos esquecido totalmente nossas origens ancestrais, aquela da cooperação originária que nos permitiu sermos humanos.

Esse déficit em humanidade resulta de um tipo de sociedade que privilegia o indivíduo sobre a sociedade, valoriza mais a apropriação privada do que a coparticipação solidária, mais a competição do que a cooperação, dá mais centralidade aos valores ligados ao masculino (no homem e na mulher) como a racionalidade, o poder, o uso da força do que os valores ligados ao feminino (também no homem e na mulher) como a sensibilidade aos processos da vida, o cuidado e a disposição à cooperação. 

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

OIT alerta para altas taxas de desemprego juvenil em países do G20

Karol Assunção Jornalista da Adital   Adital   O desemprego entre jovens ainda permanece em nível alto. De acordo com ... thumbnail 1 summary
Karol Assunção
Jornalista da Adital
 
Adital
 
O desemprego entre jovens ainda permanece em nível alto. De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), 17,7 milhões de jovens de 17 dos 20 países do G20 estão sem emprego. As informações foram divulgadas nessa quarta-feira (3), durante a reunião do Grupo de Trabalho sobre Emprego do G20. 
 
A situação ainda é alarmante em vários países do grupo com taxas de desemprego variando entre 8% e 52%. Itália, Espanha e África do Sul, por exemplo, aparecem na lista com taxas de jovens sem emprego entre 35% e 52%. Argentina, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Rússia e Turquia possuem entre 15% e 18%.
As menores taxas variam entre 8% e 11% em países como Austrália, Alemanha, Japão, Coreia e México. Porcentagens diferentes de França, Indonésia e Reino Unido, que possuem taxas de desemprego juvenil variando entre 21% e 23%. A Organização não divulgou dados sobre Arábia Saudita, China e Índia. 
Na ocasião do encontro, Guy Ryder, diretor-geral da OIT, chamou a atenção para as cifras, destacando que o desemprego atinge principalmente a juventude. "Sabemos que quando as cifras de emprego em geral são negativas, a situação do emprego juvenil é ainda pior”, destacou.

De acordo com o organismo internacional, no último ano, a taxa de desemprego entre jovens subiu em dez países e a taxa de emprego da população em idade de trabalhar caiu em 12 nações. 

TSE cria grupo de apoio para evitar atrasos em caso de falta de energia

Thais Leitão Repórter da Agência Brasil   Brasília – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garantiu hoje (5) que não haverá at... thumbnail 1 summary
Thais Leitão
Repórter da Agência Brasil
 
Brasília – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garantiu hoje (5) que não haverá atraso na votação ou na transmissão de dados pelos tribunais regionais eleitorais no próximo domingo (7), caso haja interrupção no fornecimento de energia.

Durante todo o domingo, funcionará na sede do TSE, em Brasília, uma central de apoio com técnicos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Eles vão trabalhar em esquema de plantão para resolver possíveis problemas ligados a falta de energia.

A instalação da central de apoio foi acertada durante reunião entre a presidenta do TSE, ministra Cármen Lúcia, e representantes das duas agências.

Ontem (4), após ter sido registrada falta de energia em partes de todos os estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além de partes do Acre e de Rondônia, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, se reuniu com os diretores de todas as distribuidoras de energia.

O ministro disse ter chamado atenção para os cuidados que devem ser tomados para evitar problemas de fornecimento de energia durante as eleições. “Temos preocupação, porque temos responsabilidade. E elaboramos um plano de contingência para atender a estas possibilidades”, explicou.

Cientista político diz que incerteza sobre candidaturas válidas para domingo prejudica eleitor

Thais Leitão Repórter da Agência Brasil   Brasília – Faltando dois dias para o pleito municipal, os eleitores brasileiros não ... thumbnail 1 summary
Thais Leitão
Repórter da Agência Brasil
 
Brasília – Faltando dois dias para o pleito municipal, os eleitores brasileiros não sabem se 2.830 candidatos poderão assumir os cargos de prefeito ou vereador caso sejam eleitos no próximo domingo (7). Devido a isso, até mesmo eleições podem ser anuladas. Para o cientista político da Universidade de Brasília (UnB) Leonardo Barreto, a incerteza prejudica o eleitor que vai às urnas sem saber se sua escolha será válida.

O número de candidaturas sub judice refere-se à quantidade de recursos recebidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que ainda não têm decisão definitiva, todos envolvendo pedidos de impugnação de candidatura baseados na Lei da Ficha Limpa. Ao todo, foram recebidos pela corte 2.985 recursos referentes a registros de candidatura para as eleições deste ano. Desse total, 678 foram julgados pelos ministros do TSE, mas ainda cabe recurso por parte dos réus, enquanto 155 já têm decisão definitiva.

De acordo com o cientista político, criou-se uma situação de insegurança para o eleitor. “A consequência disto é muito ruim, porque o eleitor vota sem saber se seu candidato terá condições de assumir, caso eleito. O resultado prático desta dúvida é a possibilidade dele anular seu voto involuntariamente. A meu ver, é uma injustiça que se comete contra o eleitor”, avaliou.

Barreto defende que o ideal é os processos serem julgados antes de iniciado o período de campanha. O TSE, no entanto, se comprometeu a julgar todos os processos relativos à Lei da Ficha Limpa somente até o fim do prazo para a diplomação dos candidatos, em 19 de dezembro. Por causa disso, eleitores votarão domingo sem saber se seu candidato é ficha suja.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

XII ENCONTRO ESTADUAL DE DIREITOS HUMANOS

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE DIREITOS HUMANOS XII ENCONTRO ESTADUAL DE DIREITOS HUMANOS POSITIVAÇÃO, PROMOÇÃO E DEFESA DOS  DIREITOS... thumbnail 1 summary
FUNDAÇÃO INSTITUTO DE DIREITOS HUMANOS
XII ENCONTRO ESTADUAL DE DIREITOS HUMANOS

POSITIVAÇÃO, PROMOÇÃO E DEFESA DOS 
DIREITOS HUMANOS 


ABERTURA DAS INSCRIÇÕES

Já estão abertas as inscrições para participar do XII ENCONTRO ESTADUAL DE DIREITOS, cujo tema é Positivação, Promoção e Defesa dos DireitosHumanos,  que acontecerá no período de 12 a 14 de dezembro de 2012, no Centro de Convenções da Bahia, Salvador - Bahia.

Inscrição gratuita, pelo site  http://www.idh.org.br  Acesse ao site, clique no banner do XII Encontro Estadual de Direitos Humanos, faça o link em Inscreva-se, preencha o formulário corretamente, e envie eletronicamente, pelo próprio site.

A sua presença é fundamental!

Justiça Global: 20 anos do Massacre do Carandiru e muitas lições para se tirar do episódio

Adital   Com 111 detentos assassinatos, o Massacre do Carandiru, em São Paulo, entrou para a história com uma das piores formas de... thumbnail 1 summary
Adital
 
Com 111 detentos assassinatos, o Massacre do Carandiru, em São Paulo, entrou para a história com uma das piores formas de ‘limpeza social’ de que se tem memória no Brasil e expôs como nunca a situação do sistema prisional brasileiro. Em 2002, o Governo conseguiu demolir parte dos pavilhões, mas ainda hoje não consegue responder os principais pontos ligados à questão carcerária no Brasil e o porque de que ninguém ter sido devidamente punido.

Hoje, 2 de outubro, completam-se 20 anos desde a chacina ocorrida em São Paulo e a organização Justiça Global lançou um comunicado no qual questiona a operação comandada pela força policial da época que, em muitos casos, acaba se repetindo nos dias atuais.

O comunicado lembra que o conflito começou com uma briga entre os detentos internos. Mesmo sem possibilidade de fuga, houve a intervenção policial, e os presos deram sinais de que se renderiam e apresentaram as armas (estiletes, objetivos cortantes, madeiras, etc). Ao que se sabe, mais de 320 policiais militares com armas de fogo invadiram o Pavilhão 9 e mataram os 111 presos. Segundo testemunhas, os policiais estavam sem crachás, impossibilitando a identificação dos mesmos.

O mesmo texto relembra que os detidos no Pavilhão 9 eram provisórios, ainda não tinham passado por uma sentença definitiva. Além disso, o argumento da defesa não pode se utilizado já que nenhum policial, dos mais de 300, foi morto. Todos os assassinatos receberam balas no tórax e na cabeça. Estava clara qual era a mensagem do comando geral.

sábado, 29 de setembro de 2012

Cooperação: aprender das formigas e dos cupins

Novamente aproveito os conhecimentos ecológicos  do jornalista Washington Novaes para reforçar um dos paradigmas mais urgentes para supe... thumbnail 1 summary
Novamente aproveito os conhecimentos ecológicos  do jornalista Washington Novaes para reforçar um dos paradigmas mais urgentes para superar a atual crise e lançar os fundamentos de uma nova civilização e de um outro tipo de humanidade: a cooperação. À luz das formigas e dos cupins que vivem e sobrevivem da ilimitada cooperação, mostra-nos um caminho para toda a humanidade. Se Marx tivesse conhecimento destes dados teria argumentos mais convincentes para o seu ideal do socialismo como forma cooperativa de organização social e forma de estruturar o Estado.LB

*************************

Texto da BBC Brasil estampado na última segunda-feira por este jornal relata a preocupação de cientistas com a “invasão global de minhocas” e de “outras espécies alienígenas” – entre elas as formigas -, que “já conquistaram quase todos os continentes” (a Antártida é uma das exceções). Espécies invasoras estão “vencendo a competição” com espécies locais porque se adaptam rapidamente a terrenos desmatados e alterados, mudam a estrutura dos solos. Podem reduzir efeitos da erosão, como na Amazônia, aumentar o nível de minerais no solo e estimular o crescimento de plantas. Mas afastam outras espécies.

       Estranho que possa parecer, é tema altamente relevante, fascinante mesmo, por muitos ângulos. E quem se interessar pode, por exemplo, consultar o livro Journey to the ants – a story of scientif exploration” (Harvard Press University, 1994), de Bert Hordobler e Edward Wilson, este último considerado um dos maiores conhecedores da biodiversidade e o maior especialista em mirmecologia, o estudo das formigas, ao qual se dedica há meio século no mundo todo, com vários livros publicados. A ponto de um deles (The Ants, 1990), pesar 3,4 quilos.Juntos, Wilson e Hordobler têm pesquisas de quase um século.

       Wilson e Hordobler começam ensinando aos humanos uma lição admirável das formigas : seu êxito – que as levará a dominar o planeta, de acordo com o primeiro – decorre do extraordinário comportamento de cooperação entre os milhares de membros de cada colônia, que gera extrema eficiência , na busca, transporte e armazenamento de alimentos, na reprodução, na defesa do grupo  etc. Uma das armas principais nessa luta coletiva pela vida é o uso de vários tipos de linguagem (corporal, visual, gestual etc.), principalmente química – porque o odor de cada parte do corpo, emitido no encontro de dois seres, pode ter significados muito específicos, como alarme, desejo de atração, disposição para cuidar da cria, oferta de alimentos etc. E essa cooperação é a base da sobrevivência.

CNBB repudia o uso da imagem de Cristo em capa de revista esportiva

Sex, 28 de Setembro/ por: cnbb Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB, recebeu j... thumbnail 1 summary

NotaCNBBneymarDom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB, recebeu jornalistas na sede da Conferência, em Brasília, para apresentar Nota de Repúdio assinada pela presidência da entidade manifestando profunda indignação com o uso inadequado da imagem de Jesus Cristo crucificado feito por uma revista de esportes.

Veja a íntegra da Nota:

NOTA DE REPÚDIO

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, manifesta profunda indignação diante da publicação de uma fotomontagem que compõe a capa de uma revista esportiva na qual se vê a imagem de Jesus Cristo crucificado com o rosto de um jogador de futebol.

Reconhecemos a liberdade de expressão como princípio fundamental do estado e da convivência democrática, entretanto, que há limites objetivos no seu exercício. A ridicularização da fé e o desdém pelo sentimento religioso do povo por meio do uso desrespeitoso da imagem da pessoa de Jesus Cristo sugerem a manipulação e instrumentalização de um recurso editorial com mera finalidade comercial.

A publicação demonstrou-se, no mínimo, insensível ao recente quadro mundial de deplorável violência causado por uso inadequado de figuras religiosas, prestando, assim, um grave desserviço à consolidação da convivência respeitosa entre grupos de diferentes crenças.

É preciso vomitar o ‘sapo barbudo’

Roberto Amaral Vice-presidente do Partido Socialista Brasileiro   Adital   Quem quiser, no que resta de esquerda brasileira... thumbnail 1 summary
Roberto Amaral
Vice-presidente do Partido Socialista Brasileiro
 
Adital
 
Quem quiser, no que resta de esquerda brasileira, que construa castelos de areia sobre a ilusão do fim da luta de classes, ou da conciliação dos interesses populares com a burguesia reacionária, rentista, quatrocentona, de nariz arrebitado e cartórios na Avenida Paulista. Nossas ‘elites’ conservadoras têm consciência de classe, mais aguda e mais profundamente que os dirigentes da Força Sindical. A classe dominante (vai a expressão em desuso como homenagem ao sempre saudoso Florestan Fernandes) conhece seus objetivos e sabe escolher os adversários segundo a ‘periculosidade’ que atribui a cada um. Uns são adversários passageiros, ocasionais, outros são inimigos históricos, que cumpre o quanto antes eliminar.

Lula, considere-se ele intimamente de esquerda ou não, socialista ou não, é, independentemente de sua vontade, esse inimigo fundamental: de extração operária (daí, contrário senso, a boa vontade da classe média com Dilma, pois não vem do andar de baixo) está, no campo da esquerda, no campo popular e no campo das lutas sociais. Para além, portanto, das reivindicações econômicas do sindicalismo, quando chegou a encantar certos setores da burguesia que nele viam então apenas uma alternativa sindical aos cartéis do "peleguismo”, dóceis, e do que restava de varguismo e comunismo. 

Hoje, queira ou não, continua a ser o "sapo barbudo” que a direita foi obrigada a engolir, mas está sempre tentando regurgitar. A direita —impressa ou partidária (esta sob o comando daquela, ambas mercantis, desligadas do interesse nacional)–, ao contrário de certos setores pueris de nossa esquerda, age em função de seus objetivos estratégicos e em torno deles se unifica. Recua, quando necessário, em pontos secundários em face de dificuldades conjunturais para avançar no fundamental, exercitando a lição leninista do "um passo atrás, dois à frente”. Muitos de nós operam na inversão da frase.

RECONHEÇA UM CANDIDATO FICHA LIMPA

A Lei da Ficha Limpa representa um enorme avanço para a democracia brasileira, estabelece novos paradigmas para a sociedade, porém, para se... thumbnail 1 summary
A Lei da Ficha Limpa representa um enorme avanço para a democracia brasileira, estabelece novos paradigmas para a sociedade, porém, para ser posta efetivamente em prática a sociedade tem um papel fundamental e se torna um dos principais fiscalizadores desse processo. Apesar de diversas candidaturas terem sido barradas, muitos candidatos tentam burlar o sistema. Há um enorme esforço do Ministério Público para buscar informações e analisar esses casos. A sociedade deve colaborar, levando ao Ministério Público e a Justiça Eleitoral informações sobre eventuais desrespeitos à Ficha Limpa e a Lei Eleitoral que é muito rigorosa com aqueles que compram votos. 

Quando elegemos um candidato colocamos o nosso futuro e o de toda a nossa cidade nas mãos de quem vai nos representar. Cada eleitor é responsável pelo seu voto. A Ficha Limpa é uma conquista da sociedade, que traz esperança de dias melhores, e nós, cidadãos, temos a oportunidade de tornar essa esperança em realidade. 

Antes de votar pesquise o passado do candidato e de seu grupo de apoio, assim como suas propostas. Confira baixo algumas dicas que podem ajudar você a reconhecer um bom candidato: 

CNBB divulga nota "Eleições Municipais 2012 - Voto consciente e limpo"

por: cnbb    Durante entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 27 de setembro, a presidência da CNBB ap... thumbnail 1 summary
por: cnbb 
 
cnbbDurante entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 27 de setembro, a presidência da CNBB apresentou a sua mensagem para as eleições municipais 2012. O texto foi aprovado durante a última reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), realizado esta semana na sede da entidade, em Brasília (DF).

A seguir, a íntegra da nota.

Eleições Municipais 2012 - Voto consciente e limpo

O Conselho Episcopal Pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, reunido em Brasília de 25 a 27 de setembro, considerando as eleições municipais do próximo mês de outubro, vem reforçar a importância desse momento para o fortalecimento da democracia brasileira. Estas eleições têm característica própria por desencadear um processo de maior participação em que os candidatos são mais próximos dos eleitores e também por debater questões que atingem de forma direta o cotidiano da vida do povo.

A Igreja louva e aprecia o trabalho de quantos se dedicam ao bem da nação e tomam sobre si o peso de tal cargo, em serviço de todas as pessoas (cf. GS 75). Saudamos, portanto, os candidatos e candidatas que, nesta ótica, apresentam seu nome para concorrer a um cargo eleitoral. Nascido da consciência e do desejo de servir com vistas à construção do bem comum, este gesto corrobora o verdadeiro sentido da atividade política.

Estimulamos os eleitores/as, inclusive os que não têm a obrigação de votar, a comparecerem às urnas no dia das eleições para aí depositar seu voto limpo. O voto, mais que um direito, é um dever do cidadão e expressa sua corresponsabilidade na construção de uma sociedade justa e igualitária. Todos os cidadãos se lembrem do direito e simultaneamente do dever que têm de fazer uso do seu voto livre em vista da promoção do bem comum (cf. GS 75).

A lei que combate a compra de votos (9840/1999) e a lei da Ficha Limpa (135/2010), ambas nascidas da mobilização popular, são instrumentos que têm mostrado sua eficácia na tarefa de impedir os corruptos de ocuparem cargos públicos. A esses instrumentos deve associar-se a consciência de cada eleitor tanto na hora de votar, escolhendo bem seu candidato, quanto na aplicação destas leis, denunciando candidatos, partidos, militantes cuja prática se enquadre no que elas prescrevem.

Tire dúvidas sobre as eleições municipais de 2012

Do G1, em Brasília    Eleitor vai escolher candidatos a vereador e a prefeito. Quem não votar, tem dois meses de prazo após a ele... thumbnail 1 summary


Do G1, em Brasília 
 
Eleitor vai escolher candidatos a vereador e a prefeito.
Quem não votar, tem dois meses de prazo após a eleição para justificar.


Confira abaixo respostas a algumas das dúvidas mais frequentes de eleitores.

 

Quem é obrigado a votar?
O voto é obrigatório para todos os brasileiros com mais de 18 anos e menos de 70. Estrangeiros naturalizados brasileiros também são obrigados a votar. Para quem tem entre 16 e 18 anos e para quem tem mais de 70, o voto é facultativo, assim como para os analfabetos.

Quem ainda não tirou o título de eleitor poderá votar nestas eleições?
Para votar, é necessário ter tirado o título de eleitor, embora no dia da votação baste apresentar um documento como foto (como carteira de identidade ou carteira de motorista). O prazo para requisitar o documento a tempo de votar na eleição deste ano acabou em 9 de maio. Portanto, quem não tinha o título e não o pediu até essa data, não poderá votar nas eleições deste ano.

Como deve proceder quem está com o título de eleitor cancelado?
O título de eleitor pode ser cancelado pela Justiça Eleitoral em algumas situações. Por exemplo: quando a pessoa deixa de votar e não justifica a ausência em três votações seguidas (a justiça eleitoral considera cada turno como uma votação), quando há suspeita de duplicidade do título e quando o eleitor não comparece à revisão de eleitorado. Quem estiver com o título cancelado, deve procurar o cartório eleitoral de sua região para solucionar as pendências. Nos casos de quem não compareceu às últimas votações, será necessário quitar uma multa.

Ainda dá tempo de transferir meu título de cidade?
Não. O prazo para pedir transferência de domicílio eleitoral acabou em 9 de maio. Para votar nestas eleições, o eleitor que se mudou terá que comparecer à cidade onde está registrado seu título.

Como faço para saber meu local de votação?
O TSE oferece na sua página na internet a consulta dos locais onde cada eleitor votará. O endereço é este: http://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-e-local-de-votacao/consulta-por-nome . Se persistir a dúvida, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral da região.

domingo, 23 de setembro de 2012

PJ lança roteiro sobre eleição 2012

23/09/2012  Querida juventude, “Felizes os que promovem a paz, porque... thumbnail 1 summary

23/09/2012 

Querida juventude,

“Felizes os que promovem a paz,
porque serão chamados filhos de Deus.”
(Mt 5,9)

O Brasil vive um momento de mudanças no cenário político nos municípios. É o tempo das eleições municipais, fato este que afetam diretamente as nossas vidas, seja pelo envolvimento próximo de muitos/as jovens, seja pela simples noção de que o nosso voto interferirá na sociedade em que vivemos pelos próximos quatro anos. 

Nas eleições de 2012, mais de um milhão de jovens com 16 anos deverão votar pela primeira vez. Somados aos/as jovens de 17 a 20 anos, eles são mais de 11 milhões de eleitores. Temos também os/as mais de 17 mil jovens na faixa etária entre os 18 a 24 anos, que são candidatos aos cargos de vereador ou prefeito. Dentre eles/as muitos oriundos de uma caminhada e participação eclesial, em especial na PJ. A participação dos/as jovens na política é uma oportunidade de contribuir para a maturidade da democracia no país e boa parcela dos/as jovens brasileiros estão, sim, dispostos a participar das decisões políticas do país

 Neste intuito, a Pastoral da Juventude (PJ) aproveita este momento importante para ajudar os grupos de base a refletirem melhor sobre a participação da juventude na política. Apesar dos sucessivos fatos apresentados pela mídia, especialmente nas redes sociais, desmotivando a participação da sociedade na política, é preciso ter em mente que o período das eleições é um momento que suscita na sociedade a possibilidade de mudança deste cenário. 

           Além disso, estamos em sintonia com a proposta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, que este ano motiva nos cristãos e em toda a sociedade a reflexão do voto consciente, para que não sejam reeleitos candidatos de “ficha suja”. Outra proposta é promover o voto consciente que surge da necessidade de não permitir a venda de votos, uma prática que apesar de antiga e considerada ultrapassada, ainda persiste e ressurge de várias maneiras nos períodos eleitorais. 

sábado, 22 de setembro de 2012

Pnad: analfabetismo diminui, mas ainda atinge quase 13 milhões de pessoas no Brasil

Akemi Nitahara* Repórter da Agência Brasil   Rio de Janeiro – A taxa de analfabetismo entre pessoas com 15 anos ou mais caiu de... thumbnail 1 summary
Akemi Nitahara*
Repórter da Agência Brasil
 
Rio de Janeiro – A taxa de analfabetismo entre pessoas com 15 anos ou mais caiu de 9,7% em 2009 para 8,6% em 2011, totalizando 12,9 milhões de brasileiros. A maior proporção ainda é verificada na Região Nordeste, mesmo com queda na taxa de 18,8% para 16,9%.

Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2011, divulgada hoje (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 96,1% dos analfabetos do país têm 25 anos ou mais. Mais da metade deles se concentram na faixa acima de 50 anos.

A gerente da Pnad, Maria Lúcia Vieira, destaca a desigualdade regional na taxa de analfabetismo. De acordo com os dados, 35,6% das pessoas no Nordeste com 50 anos ou mais eram analfabetas em 2011.

“As taxas de analfabetismo para as populações até 24 anos são muito baixas, no Sul e no Sudeste, então, não chega a 1%. Elas são maiores quando a gente vai para as regiões Norte e Nordeste e conforme a faixa etária vai aumentando”, destaca Maria Lúcia.

Para a diretora executiva do Movimento Todos pela Educação, Priscila Cruz, a pesquisa do IBGE não leva em conta o nível de proficiência dos alunos em leitura e escrita.

“Alfabetização é muito mais do que escolarização. O IBGE olha os jovens e adultos com mais de 15 anos, aqueles que tem quatro anos ou mais de escolaridade já são considerados alfabetizados. Mas, como a gente tem uma qualidade de educação muito ruim no Brasil, o que ocorre é que tem muita criança de 11, 12 anos, jovem que está no ensino médio com 15, 17 anos, que ainda é analfabeto. Infelizmente, isso ainda é uma realidade no nosso país”, diz Priscila.

De acordo com ela, dados da Prova ABC - uma parceria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionaisa (Inep), do Todos pela Educação, do Instituto Paulo Montenegro, a Fundação Cesgranrio - mostram outra realidade. “Essa prova mostrou que, das crianças de 8 anos no Brasil, só metade é plenamente alfabetizada. É um dado bem diferente do apresentado pelo IBGE. É diferente você fazer a prova e testar [o aluno] de você considerá-lo alfabetizado apenas pelo número de anos de estudo que ele tem.”

Fórum defende sensibilização da sociedade para mudar a “lógica de naturalizar” o trabalho infantil

Thais Leitão Repórter da Agência Brasil Brasília - A redução no número de crianças de 5 a 13 anos que trabalham no país entre 2009 e... thumbnail 1 summary
Thais Leitão
Repórter da Agência Brasil

Brasília - A redução no número de crianças de 5 a 13 anos que trabalham no país entre 2009 e 2011 é pouco expressiva e confirma que o Brasil tem pela frente o desafio de intensificar as políticas públicas voltadas para a erradicação do trabalho infantil. A avaliação é da secretária  executiva do Fórum Nacional para a Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPeti), Isa Oliveira.
 
Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2011 (Pnad), divulgada hoje (21), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o contingente de crianças nessa faixa etária que trabalham caiu 23,5% entre os dois anos, mas ainda soma 704 mil.

“Trata-se de uma redução pequena, pouco expressiva.” Para ela, os dados indicam que o Brasil não vai cumprir a meta das Nações Unidas de erradicar as piores formas de trabalho infantil até 2016 e todas as formas de trabalho infantil até 2020. Ela lembrou que, pela legislação brasileira, o trabalho de crianças com 13 anos ou menos é ilegal.

A secretária executiva defende que toda criança, a partir dos 5 anos, esteja na pré-escola ou na escola, tendo assegurado o acesso à educação de qualidade que inclua a oferta de atividades esportivas, de lazer e culturais.

Além disso, ela acredita ser fundamental aumentar a articulação entre as políticas de assistência social às famílias de baixa renda, principalmente no campo. “É preciso orientá-las para retirarem suas crianças do trabalho e garantir que estejam inseridas em programas sociais que gerem emprego e renda, ajudando-as a ter a consciência da responsabilidade de prover e sustentar suas crianças”, argumentou.

Manifesto: Em defesa da democracia, do Brasil e da paz

Várias organizações   Adital   A crise mundial, a defesa do Brasil e da paz Em 2012, omundo entrou em momento de grave pe... thumbnail 1 summary
Várias organizações
 
Adital
 
A crise mundial, a defesa do Brasil e da paz

Em 2012, omundo entrou em momento de grave perigo, que ameaça degenerar em guerras e destruições de grande escala. O agravamento da crise do capitalismo em escala mundial coincide, não por acaso, com iniciativas aventureiras de expansão imperialista no Oriente Médio, mas com alastramento possível a outros continentes.

Das conflagrações daí decorrentes podem resultar danos terríveis inclusive para o nosso país. Aqui, entretanto, se abrem ao mesmo tempo oportunidades de aceleração do desenvolvimento econômico e institucional. Estas reclamam, para se realizar, a mobilização popular na defesa da democracia, dos interesses nacionais e da paz.

I – Nas últimas décadas, especialmente após a extinção da União Soviética, uma potente ofensiva de direita abriu caminho para uma aparente vitória definitiva do sistema capitalista liderado pelo imperialismo estadunidense, que se pretendeu globalizado. Essa ofensiva afetou profundamente a intelectuais e ativistas dos antigos movimentos e partidos de esquerda. Em grande medida, eles foram absorvidos por duas vertentes que, por caminhos diversos, incorporavam as ideias de vitória capitalista. Não poucos aderiram diretamente à ideologia neoliberal, que atribui ao mercado o poder exclusivo de decidir sobre questões econômicas, sociais e políticas. Outros, também numerosos, inclinaram-se à ideia de vitória do capital, mas o fizeram em diversas construções ideológicas com retórica de esquerda, que aceitam e difundem ideias básicas do neoliberalismo, tais como as do império global, da prevalência inevitável do mercado, da falência do conceito de Estado e, por consequência, do conceito de soberania nacional, do fim da luta política organizada das massas de trabalhadores, da transformação destas em "multidão”, etc.

Essa ofensiva intensificou-se após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos. O governo deste país enveredou por uma política de ruptura declarada e prepotente com o regime de respeito à soberania dos Estados e passou a encabeçar um processo de volta às trevas nas relações entre povos e países. Comandado pelo complexo industrial militar, depois de por seu próprio povo sob tutela a ponto de privá-lo de direitos civis básicos – entre os quais o direito ao habeas corpus –, adotou uma diretriz de projetar sua soberania sobre o mundo inteiro e intervir em qualquer país onde, a seu critério, seus interesses o reclamem. Proclamou para si o direito de ignorar fronteiras nacionais e instituições internacionais a fim de empreender em qualquer rincão do planeta ações militares de todo tipo, em grande escala, com invasões e bombardeios, ou em pequena escala, com operações abertas ou encobertas de assassinato em série de civis que os desagradem, ou de sequestrá-los e submetê-los a trato de presas de guerra, sem quaisquer direitos legais.

Crianças Poçõenses alcançam resultados expressivos na I Copa Askasudoeste-Sesc de Karatê

  Vários atletas poçõenses, participaram da I Copa Askasudoeste – SESC de Karatê, realizada domingo (16), no Ginásio de Esportes Luís... thumbnail 1 summary
 
Vários atletas poçõenses, participaram da I Copa Askasudoeste – SESC de Karatê, realizada domingo (16), no Ginásio de Esportes Luís Eduardo Magalhães, município de Planalto - BA. O evento começou por volta das 9h50min e contou com a participação de seis cidades: Boa Nova, Brumado, Caetanos, Poções e Vitória da Conquista, além da anfitriã Planalto. Na abertura do evento, após a apresentação das delegações houve as homenagens aos patrocinadores e colaboradores e na seqüência o público presente prestigiou a brilhante apresentação dos atletas nas competições.

As categorias: Mirim, Infantil competiram pela manhã enquanto a Infanto-juvenil e demais categorias prosseguiram as apresentações no período da tarde. Os atletas de Poções alcançaram expressivos resultados em diversas modalidades, conquistando o 1°, 2° e 3° lugar. 

O Sensei Helinho, 3° Dan de Karatê que vêm desenvolvendo um grande trabalho e incentivado crianças e adolescentes à prática do esporte, solicitou aos dois candidatos que pleiteam o cargo do Executivo municipal de Planalto, os quais se encontravam no evento, para investirem na Educação e no Esporte desenvolvendo ações preventivas para evitar que crianças e adolescentes se tornem vítimas da criminalidade.

SEDES Entrega computadores aos Conselhos Tutelares para implementação e fortalecimento do SGD com uso do SIPIA

O Conselho Tutelar de Poções, representado pelas conselheiras Andrea Botelho e Ivani Maria, recebeu do Governo do Estado da Bahia,... thumbnail 1 summary


O Conselho Tutelar de Poções, representado pelas conselheiras Andrea Botelho e Ivani Maria, recebeu do Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza – SEDES no dia 27 de agosto de 2012, um Computador, cuja finalidade, proporcionar a operacionalização do SIPIA. 

O evento aconteceu no auditório da União dos Municípios da Bahia (UPB), Avenida Luis Viana Filho 320, 3ª avenida – CAB – Salvador – Ba e contou com a participação expressiva dos Conselheiros Tutelares do Estado da Bahia. Foram apresentadas as estratégias específicas para o fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos: A importância do Conselho Tutelar para o município; Ação Cidadã – sou Pai Responsável, da Defensoria Pública; e a Importância do SIPIA para o fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos.

Um dos objetivos do encontro, também, foi à entrega dos computadores aos municípios com o intuito de operacionalizar o SIPIA, através do uso exclusivo do Conselho Tutelar. O Sistema de Informação para Infância e Adolescência é um sistema nacional de registro e tratamento de informação sobre a promoção e defesa dos direitos fundamentais preconizados no Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei n° 8.069/90), criado em 1997, no contexto da Política de Direitos Humanos e gerido, a partir 2003, pela Secretaria de Direitos Humanos, por meio da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Projovem: Compromisso com a boa convivência social e protagonismo juvenil

As Orientadoras Sociais do Projovem Adolescente – Núcleo Bela Vista, Sra. Vanusa Santos e Sra. Leila Pereira, atendendo a solicitação... thumbnail 1 summary
As Orientadoras Sociais do Projovem Adolescente – Núcleo Bela Vista, Sra. Vanusa Santos e Sra. Leila Pereira, atendendo a solicitação dos jovens inscritos no programa, convidou pela segunda vez os integrantes do Conselho Tutelar para ministrar uma palestra e esclarecer dúvidas quanto às atribuições do órgão.

O Conselho Tutelar esteve representado pelas conselheiras Andrea Botelho e Ivani Maria que iniciaram a palestra apresentando as Atribuições do Conselho Tutelar, em seguida abordaram os Temas: “O Uso Indevido do Álcool e outras Drogas” e “A Convivência Familiar”.  Houve grande interação entre os participantes os quais demonstraram o compromisso com o bom convívio social.

As orientadoras sociais Vanusa e Leila vêm estimulando à participação social dos jovens. Assim, promover a participação dos jovens a partir do protagonismo juvenil é também facilitar o acesso do jovem aos novos espaços de participação social e política, resgatando o elemento transformador inerente à condição juvenil e canalizando-o para uma atuação saudável.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Adolescentes do Colégio Estadual Eurides Santana visitam o Conselho Tutelar

Nesta quinta-feira (30), os alunos José Pinheiro, Geovana da Conceição, Ingride Barros, Carine Batista, Ageu Santana e Antônio Souz... thumbnail 1 summary

Nesta quinta-feira (30), os alunos José Pinheiro, Geovana da Conceição, Ingride Barros, Carine Batista, Ageu Santana e Antônio Souza da 7° série (vespertino) do Colégio Estadual Eurides Santana em visita ao Conselho Tutelar, foram recebidos pelos conselheiros: Marcio Leoni, Andrea Botelho e Adão Luz. Na oportunidade, o conselheiro Adão Luz foi entrevistado pelos estudantes. 

A entrevista faz parte de um trabalho da disciplina de Ética, proposta pelo Prof. João Paulo, e teve como objetivo colher informações acerca da importância, do funcionamento e das atribuições do conselho tutelar no município, além de estimular o protagonismo juvenil.

O Conselho Tutelar avalia de forma positiva a visita dos estudantes ao órgão, bem como a iniciativa da Escola em suscitar o protagonismo juvenil, estimulando a participação social dos jovens. Dessa forma, o protagonismo juvenil contribui para a formação de pessoas mais autônomas e comprometidas socialmente, com valores de solidariedade e respeito mais incorporados, o que contribui para uma proposta de transformação social.
 
“A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nos movimentos culturais” (art. 1°, da Lei 9394/96, LDB).

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Gritos dos/as Excluídos: Os gritos que a gente não vê na 5ª maior economia do mundo

Adital   "Vi na TV que em Florianópolois, em Santa Catarina, estão contratando pedreiros de "luxo”. Salário de R$5.000,00... thumbnail 1 summary
Adital
 
"Vi na TV que em Florianópolois, em Santa Catarina, estão contratando pedreiros de "luxo”. Salário de R$5.000,00, mais casa, alimentação e lazer. É por isso que estou indo. Não pensei duas vezes. Pobre não tem escolha”. A frase é de Sérgio, 25 anos, 1º grau de escolaridade incompleto, com quem viajei num ônibus, do Vale do Jequitinhonha (Minas Gerais) até São Paulo com destino final, Florianópolis. A ação de Sérgio é como um Grito de milhares de trabalhadores sub-empregados ou desempregados sujeitos a trabalhos de qualquer espécie para sobreviver em um Brasil que acaba de se tornar a "5ª maior economia do mundo”.

Deslocamentos de trabalhadores ocorrem e são impulsionados no bojo da mundialização do capital, da transnacionalização de empresas, da financeirização, autonomização da produção, cujo caráter principal é a desregulamentação da política, da economia, a informalidade do trabalho, e, o esgarçamento da cidadania e da democracia. Veja-se o tratamento policial sobre as greves de trabalhadores nos canteiros de obras da Copa 2014 e do Rio Madeira para a construção de barragens. Quantos milhares de Sérgios não têm acesso à trabalho decente e à saúde na 5ª maior economia do mundo? 

Dias depois, conheci dona Eloisa, 51 anos, cearense do Crato, em São Paulo. Ela tinha rosto sofrido, mas brilho, alívio e sorriso no olhar. Durante 20 anos dormira sob papelão em um barraco às margens do Tamanduateí. Mas, há cinco anos, foi à luta com o movimento dos sem-teto. Enfrentou a violência do Estado policial e o preconceito. Há dois dias, ela conseguiu uma casa popular. Muito contente, disse-me que voltava do centro da cidade, onde fora comprar um colchãozinho inflável. Depois de 25 anos ia poder voltar a dormir em um colchão. Mais um Grito por moradia abafado. Quantos milhares de famílias dormem em barracos de madeiras às margens de esgotos e lixões na 5ª maior economia do mundo?

Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial